Seu conhecimento vale ouro! Não o desperdice!

Onde você estará daqui a um ano? Na era da informação, ganha quem compartilha e, se você tem um conhecimento (e todos nós temos), guardá-lo dentro de você deixa de ser um simples egoísmo para ser também falta de visão de futuro. Lembre-se: seu conhecimento vale ouro! Não desperdice seu tempo e nem o conhecimento adquirido!

O mundo passa por um momento de profunda transformação e esse processo afeta não só os mercados, mas também sua carreira.

Na era da informação, ganha quem compartilha e, se você tem um conhecimento (e todos nós tempos), guardá-lo dentro de você deixa de ser um simples egoísmo para ser também falta de visão de futuro. Mais de 50% da população mundial está conectada em rede e pasmem: aprendendo!

 

 

O mercado do ensino a distância cresce de 26% ao ano somente no Brasil e, sendo o português a 5ª língua mais falada no mundo, terceira no mundo ocidental, contamos com aproximadamente 250 milhões de lusófonos.

Nesse contexto, limitar-se a ensinar quem mora na sua cidade, parece besteira, não?

Quando comecei a publicar meus cursos online (em março de 2016) eu não imaginava a dimensão que isso poderia tomar.

Em pouco mais de um ano eu publiquei 11 cursos na Udemy (sem precisar investir 1 centavo se quer para hospedagem, em divulgação nem me preocupar com pagamentos nem reembolsos) e conto hoje (dia 03/10/17) com 2866 alunos espalhados por 58 países. E ainda mais interessante: eu conto com 2860 alunos mas, com 3936 matrículas. Ou seja, mais de 1 mil pessoas se rematricularam nos meus cursos (o que é uma verdadeira honra para mim!)

 

 

Confesso que nunca imaginei que poderia alcançar tantas pessoas a partir no meu escritório-biblicoteca em Ettenheim (moro numa cidade Barroca lindíssima e minúscula na Alemanha).

E isso, com apenas meu computador, um headset e o que eu tenho aprendido nesses mais de 20 anos de estudos e experiências na educação. Sim, pois o que você precisa para começar não é um investimento milhionário em equipamentos nem em cursos. O que você precisa para começar é o que você já sabe!

Parece que foi ontem que comecei a gravar minhas próprias videoaulas, insegura da aceitação do público e dos resultados. Mas, hoje o que eu penso é: se eu pudesse voltar atrás eu gostaria de ter começado ainda antes e principipalmente de não ter perdido tanto tempo estudando propostas e seguindo as pessoas erradas no empreendedorismo digital.

Mas o tempo perdido está perdido e talvez eu tivesse realmente que ter passado por essa “escola” para saber que:

  • Eu não preciso investir milhões (em equipamentos, ferramentas, softwares nem na criação da uma plataforma de cursos online) para ensinar online e ganhar dinheiro com meu conhecimento;
  • Eu não preciso fazer um grande lançamento (e investir alto em marketing) para que meus cursos sejam um sucesso (atualmente tenho 2 cursos na lista de mais vendidoso na Udemy);
  • Eu não preciso criar campanhas mirabolantes de marketink (sem aprender o tal segredo milionário de algum “guru” para que meus cursos alcancem resultados);
  • Eu posso ser eu mesma: nos meus cursos, nas redes sociais. Sim, esta certeza de ter seguidores e alunos fiéis que me acompanham pela qualidade do meu trabalho e não por uma promessa de sucesso fácil, facilita e muito a minha vida;
  • Eu posso, de forma simples e eficiente, alcançar pessoas nos quatro cantos do mundo, a qualquer hora, em qualquer sem mesmo estar online (sim, eu tenho uma vida offline! Um emprego, uma casa, uma vida de família, amigos, um jardim e dois gatos para cuidar!)

Então, francamente, sabendo de tudo isso agora, eu posso afirmar com todas as letras que eu teria começado exatemente em março de 2016 quando publiquei meu primeiro curso na Udemy!

Como eu já tinha falado no post Por que eu escolhi a Udemy, eu conto com uma plataforma EaD reconhecida internacionalmente e que não me cobra absolutamente nada para a hospedagem e a comercialização dos meus cursos (e isso é a garantia de que eu só tenho a ganhar, certo?). Assista esta aula do curso como criar um curso online e você vai entender melhor:

 

>> assista as outras aulas gratuitas do curso AQUI!

 

A Udemy adotou um sistema de economia compartilhada onde a empresa oferece uma plataforma de hospedagem e comercialização de cursos online com todos os recursos necessários de ensino-aprendizagem online e também de pagamentos.

Os mais de 19 mil instrutores entram com o conhecimento: eles criam seus cursos e também são eles quem interagem com os alunos. O instrutor é dono do seu conteúdo, ou seja, o mesmo curso pode também ser comercializado em outra plataforma pois a Udemy não tem exclusividade (já que ela não compra seu conteúdo, certo?).

E como funciona na prática?

Você não precisa pagar absolutamente nada para disponibilizar seus cursos na Udemy e aí entramos mais uma vez no conceito de economia compartilhada:

O instrutor dispõe de um sistema completo de hospedagem e comercialização dos seus cursos e por esta razão a Udemy será sua parceira na divulgação com constantes companhas de marketing e também na receita gerada através das matrículas.

A divisão da receita acontece da seguinte maneira:

O instrutor recebe 97% do valor cobrado pelo seu curso quando ele fizer a venda. Exemplo: você está aqui no meu site, entrou na minha escola online, clicou para conhecer o programa do curso e se matriculou nele, então eu ganharei 97% do valor pago por você. Aqui a Udemy ficará com 3% do valor, o que corresponde às taxas da transação bancárias (admissível, não?).

Quando a venda é efetuda pela Udemy, a receita é divida entre as duas partes em exatamente 50%. Exemplo: um dos 11 milhões de alunos inscritos na Udemy está passeando pela plataforma (que funciona como um marktplace global de cursos online), se encanta e decide se matricular no seu curso. Aqui quem fez a venda foi a Udemy, certo? Então, eles ficam com 50% da receita (o que eu também acho justo, visto a estrutura, a visiblidade e o investimento constante em marketing que eles fazem).

Bom, vale e pena?

Isso depende de você!

Se você pode investir na criação da sua própria plataforma EaD, em marketing e principalmente em cursos caríssimos (geralmente entre 5 e 10 mil Reais) que vão “ensinar” você a criar seu negócio online de sucesso, então, talvez não valha a pena.

Mas, se você assim como eu quer se concentrar no que você realmente sabe e gosta de fazer, ou seja, ensinar, então, aprenda como criar um curso online e comece!

Empreender ensinando online nunca foi tão fácil! E aqui eu não estou falando somente em renda-extra nem na possibilidade de ficar rico de um dia para outro na internet: eu estou falando de se reinventar como profissional, de levar o seu conhecimento a todos onde quer que eles estejam, de (verdadeiramente) contribuir para a democratização do conhecimento, de ajudar pessoas a se desenvolverem profissional, emocional e intelectualmente.

Aprenda o passo a passo para criar cursos online de qualidade técnica, didádita e comercial (você quer que seus alunos encontrem o seu curso e também que aprendam com ele, não é mesmo?).

>>Clique AQUI para começar!

E claro, conte comigo nessa jornada! Eu sou professora de coração e com uma formação sólida para isso e exerço minha profissição como uma verdadeira missão de vida (eu sei que pode parecer um pouco brega falar isso, mas é a verdade!).

Então, pronto para começar?

Assista as aulas disponíveis para visualização gratuita e se você gostar, vai ser um prazer encontrar você online e ajudar você a cumprir seu papel de professor sem fronteiras!

>>Outras aulas gratuitas você encontra AQUI!

Perguntas? Comentários? Sugestões? Deixe sua questão: respondo todas, sempre pela manhã!

Conhece mais alguém querendo aprender a criar seus próprios cursos online, contribuir para o desenvolvimento das pessoas e ainda ser bem remunerado para isso?

Então, seja generoso e compartilhe: