Como escolher um curso online? Um guia para aprender a ler a página de inscrição (e não se matricular no curso errado)

Existem milhares de cursos online disponíveis na rede: uma ótima possibilidade de continuar aprendendo, não é mesmo? Mas, como escolher um curso online? Como escolher o melhor curso para você? Conheça este guia, aprenda a ler a página de inscrição e a escolher o melhor curso para você:

Por que você se matricula em um curso online?

Para aprender, você me diria… e é o óbvio! Mas, vamos pensar um pouco melhor sobre o assunto? Ao se matricular ou não em um curso, são vários os fatores a serem avaliados. Se matricular no curso errado é uma perda de tempo e de dinheiro. Então, aprenda a ler a página de inscrição de cursos online e não caia mais no curso errado.

Com a popularização da banda larga e do ensino a distância participar de cursos online é quase uma obrigação para quem quer estar, viver no seu tempo.

A possibilidade de aprender sem fronteiras (no sentido puro do termo, visto que podemos realmente aprender com profissionais no mundo inteiro sem nem sair de casa) nos encanta e nos faz querer participar de tudo, não é mesmo?

E, se o curso for gratuito, parece que a decisão é ainda mais fácil de ser tomada: com um ou dois cliques, temos acesso ao conhecimento do outro e nada mais nos segura! Nos inscrevemos e pronto!

Mas, que o curso seja gratuito ou não (e lembre-se NADA é gratuito) é preciso aprender a ler a página de inscrição de um curso para não se decepcionar com o conteúdo.

Eu vou usar como exemplo neste post, um dos meus cursos gratuitos que está disponível na Udemy e que tem despertado os ânimos (os melhores e os piores!) dos alunos.

Leia também: Pronto para entrar no Black Mirror? Assim você vai entender o que isso significa para um instrutor!

Quero usar este exemplo primeiro por ser um curso meu pois posso falar mais facilmente sobre ele e também por ele ser um curso um tanto quanto especial e atípico para mim:

círculo dourado

 

Desenhe seu círculo dourado e transforme sua vida é um título altamente apelativo, você concorda comigo, não?

Eu pessoalmente provavelmente não me sentiria atraída pelo título do curso e consequentemente, não clicaria para saber mais sobre ele, a não ser por dois motivos:

  •  se eu conhecesse a/o instrutor do curso
  • se eu já tivesse ouvido falar no “Círculo Dourado” do Simon Sinek

Se fosse o caso, eu clicaria para assistir o vídeo promocional e as aulas disponíveis para visualização gratuita (clique AQUI se você quiser assistir).

Iria ler as informações da página de inscrição, o perfil do instrutor e também as avaliações deixadas pelos alunos:

Ficaria chocada com esta avaliação: (atualmente a primeira a ser lida)

Mas provavelmente veria que alguém mais bem informado, teve uma opinião contrária:

E aqui, você já pode ter uma ideia do que é preciso fazer antes de se inscrever em um curso online seja ele gratuito ou pago:

  • O título
  • A descrição
  • Os objetivos do curso (que são os objetivos de aprendizagem, ou seja, o que você deverá aprender)
  • O vídeo promocional
  • As aulas disponíveis para visualização gratuita
  • As avaliações dos alunos

Eu sei muito bem que nos inscrevemos em um curso com muitas expectativas: as que nós mesmos criamos (segundo nossas necessidades e experiências) e também as criadas pelos instrutores (que querem, naturalmente, encontrar alunos para seus cursos).

Por isso eu quero apresentar para você aqui uma página de inscrição, vista por um instrutor de cursos online, ok?

Vou procurar ser a mais objetiva e sincera possível!

Mas, antes disso, é preciso que você entenda: um instrutor de cursos livres (ou seja, não ligados a uma instituição de ensino) é um empreendedor e por isso ele também tem o objetivo de gerar renda. Neste sentido, um curso gratuito é uma “amostra grátis” do seu trabalho. E, como toda “amostra grátis” tem a intenção de conquistar novos clientes (neste caso, novos alunos). Sendo assim, mesmo o curso sendo gratuito, seu objetivo é entregar o conteúdo prometido para poder conquistar a confiança do aluno, certo?

Ninguém cria um curso ou um conteúdo qualquer e disponibiliza na rede querendo que ele seja ruim. O objetivo é sempre dar o melhor de si mesmo. Isso não é sempre possível, mas sempre é o objetivo, acredite!

Como escolher um curso online?

Vejamos cada um dos elementos decisivos na hora de escolher um curso online:

A estratégia do curso gratuito:

Um curso gratuito é, como nós já falamos, uma “amostra grátis”. Ele tem o objetivo de alcançar mais pessoas e conquistar a confianças delas. Quem já conhece e gosta do seu trabalho estará mais propenso a pagar por ele. Então, é evidente que oferecer um curso gratuito faz parte da estratégia de qualquer empreendedor digital.

O título:

O título de um curso precisa chamar a atenção dos alunos! Esse é o primeiro contato que eles terão com seu conteúdo e, em uma marktplace (como é o caso da Udemy, com milhares de cursos), conseguir chamar a atenção de um visitante é um desafio. Então o título do curso precisa ser objetivo (Como criar um curso online? É um exemplo de título objetivo), criativo (Vídeos sem Mistérios), específico (YouTube para Leigos) e/ou promissor (Desenhe seu círculo dourado e transforme sua vida!)

Vídeo promocional:

O vídeo promocional do curso é a “carta de vendas” do curso, nele o instrutor vai apresentar a proposta do curso (quais problemas este curso vai resolver?), se apresentar como sendo a pessoa ideal para ajudar nessa tarefa e assegurar que esta é a melhor escolha.

Em todos os meus vídeos promocionais eu lembro o aluno da necessidade de ler o programa do curso e me coloco à disposição para um primeiro contato mesmo antes da inscrição no curso.

Os objetivos do curso (objetivos de aprendizagem)

Esta é a promessa do curso e na Udemy ela aparece muito claramente na página de inscrição: “que aprenderei?” é a pergunta a ser respondida pelo instrutor aqui. Para o aluno é (ou deveria ser) o que ele realmente está comprando. Então, leia sempre com atenção e pergunte-se: é isso que eu preciso/quero aprender?

Grade curricular/programa do curso

O programa do curso precisa corresponder aos objetivos de aprendizagem. Aqui, a pergunta a ser feita é: Os assuntos tratados no programa vão me ajudar a obter o aprendizado prometido?

As aulas para visualização gratuita

Elas devem dar uma ideia geral do curso. Nelas você poderá saber se:

  • Você gosta ou não da pessoa que está do outro lado: sim, você aprende mais facilmente quando você tem simpatia pelo professor (isso é normal!)
  • Você entende o que a pessoa fala? Ou seja, ela fala a sua língua? E aqui não estou falando de língua materna ou estrangeira, estou falando de linguagem, de comunicação efetiva
  • A qualidade técnica do curso é aceitável para mim? Tem algum aspecto técnico que me incomoda? Áudio? Vídeo?
  • A didática: o instrutor ensina de um jeito que eu consigo aprender? Sim, pois cada um de nós aprende de uma outra forma… e, eu aprendo da forma como ele ensina?

As avaliações e comentários

Na Udemy as avaliações e comentários dos alunos são visíveis para todos e aqui o instrutor não tem como camuflar ou esconder o que quer que seja. Por isso, é preciso que você leia as avalições e comentários (claro!) mas é preciso principalmente, que você veja como o instrutor responde a esses comentários (principalmente os negativos, visto que um elogio é muito mais fácil de receber, não é mesmo?).

Aqui é preciso que você aprenda também a ler nas “entrelinhas” e perceba alguns aspectos nem sempre perceptíveis, eu sei… mas tente!

A avaliação do “Icaro” eu nem vou comentar aqui pois o perfil dele é fake e ele tem visivelmente intenções obscuras nas suas atitudes e até na matrícula neste curso.

Vamos nos ater aos depoimentos verdadeiros, com feedback positivos ou negativos, mas de pessoas que não se escondem, ok?

Veja bem: (eu não vou esconder o nome dos alunos pois as avaliações e comentários estão publicados e visíveis na página de inscrição do curso, ok?)

O péssimo sinal não é um problema do curso em si mas da conexão internet do aluno, certo? Quanto aos vídeos curtos, bastava ter olhado o programa do curso pois lá está especificada a duração de cada aula.

 

 

A avaliação não condiz com o comentário, não é mesmo?

 

O curso não é de autoajuda, mas pode mesmo desagradar as pessoas que têm um bloqueio nesse sentido. Contudo, o título do curso anuncia muito bem o teor do curso, não? E francamente, eu acredito que ele seja bem menos autoajuda do que o título anuncia. Na verdade, o título foi propositalmente escolhido para não atrair pessoas que tenham esse tipo de bloqueio (o que eu entendo perfeitamente pois também não gosto desse tipo de conteúdo).

 

Ela não deixa de ter razão quando questiona a aula bônus: sim, nesta aula eu apresento alguns colegas de trabalho que podem continuar ajudando no processo. Os cursos indicados nesta aula foram escolhidos por mim com o objetivo de orientar quem precisa de mais formação. E, se essas indicações desagradam algumas pessoas, outras me agradecem por isso.

 

E aqui um verdadeiro exemplo e expectativas não atingidas. Neste caso acredito que ele tenha feito todo o trajeto de um aluno avisado: leitura, pesquisa e reflexão sobre o se inscrever ou não, mas, mesmo assim, o curso não foi o que ele estava esperando (o que sempre pode nos acontecer, não é mesmo?).

64% de avaliações 5 estrelas: o que isso significa?

Mas, como você pode constatar, este curso tem 64% de avaliações 5 estrelas. E o que isso significa? Que o curso é realmente bom e quem avaliou negativamente não entende de nada? Não! É claro que não!

Isso significa somente que a minha página de inscrição está atraindo as pessoas certas para este curso. As pessoas que se identificam com meus valores e visão de negócios. Quem tem valores e objetivos diferentes dos meus está errado?

Também não, é claro! Mas essas pessoas certamente não vão gostar do curso e por isso é até melhor que elas não se inscrevam, certo?

Com a imensidão de conteúdo e de cursos livres sendo oferecidos, conseguir escolher um bom curso acaba sendo missão impossível, não é mesmo? É muita oferta! Cursos excelentes e cursos medíocres andam lado a lado na rede.

Mas, se você prestar atenção nos elementos mostrados aqui neste post, com certeza você conseguirá escolher mais facilmente um curso para você: o melhor curso, ou seja, aquele em que você vai aprender o que quer e precisa!

E você? Como você escolhe os cursos em que vai se matricular?

Deixe seu comentário e nos ajude a encontrar os pontos decisivos nesse escolha:

 

Compartilhe!