Como criar um curso online e ao vivo em formato de webinários?

Você quer criar um curso online e ao vivo em formato de webinários para promover uma experiência única de aprendizagem aos seus alunos? Então, preste atenção nessas dicas:

como criar um curso online

Uma das minhas alunas do curso Como criar um curso online me enviou uma questão muito pertinente quando falamos em ensinar na era digital:

Como criar um curso online e ao vivo em formato de webinários?

Os webinários, seminários online transmitidos ao vivo e em tempo real, permitem a comunicação síncrona (em tempo real) entre apresentadores e participantes. Esse tipo de evento, ganhou muita força no marketing digital como forma de compartilhar conteúdo mas também como maneira de prospectar novos clicentes.

Contudo, você pode sim (e deve!) usar as salas de conferência online para ensinar!

Um curso online e ao vivo traz vantagens para professores e alunos:

curso online e ao vivo: vantagens

Comunicação em tempo real:

Em uma sala de conferência online, professores e alunos tem um encontro marcado, com data e hora. O professor faz sua apresentação (sua aula) e pode interagir com seus alunos em tempo real. Aqui, todas as perguntas podem ser respondidas ao vivo e esta é uma experiência única!

Quando eu comecei a atuar no ensino a distância, era exatamente este tipo de cursos que nós oferecíamos: cursos online e ao vivo! E isso, já em 2011 quando ninguém falava em webinário! Tínhamos 4 aulas por dia, 5 dias na semana! E, tenha certeza, é quase como estar na sala de aula!

Economia de tempo e de dinheiro:

Para participar de um curso online e ao vivo, nem professores e nem alunos precisam se deslocar, o que os faz realmente economizar tempo (sem deslocamentos nem necessidade de enfrentar o trânsito) e também dinheiro, é claro!

Facilidade de participação:

As salas de conferência online são acessíveis a todos, onde quer que eles estejam e isso é também uma grande vantagem para os professores (que não estarão limitados ao público da sua cidades) e para os alunos pois estes terão acesso a cursos disponíveis em qualquer lugar do mundo sem precisar se descolar.

Ensinar online e ao vivo é fantástico, é mágico poder encontrar pessoas de vários lugares diferentes dentro da sala, de saber que você está entrando na casa de alguém mesmo que ela esteja do outro lado do mundo, talvez até doente ou sem a possibilidade de se locomover.

Mas, também tem suas desvantagens e, minha experiência me mostrou duas gravíssimas para quem empreende no ensino a distância:

curso online e ao vivo: desvantagens

Disponibilidade:

Como já falei, nos cursos onilne e ao vivo, professores e alunos tem um encontro marcado: um webinário e data e hora para começar e para terminar. E aqui, apresenta-se o problema da disponibilidade. Como nos cursos presenciais, você me diria… sim, é claro! Mas, quando pensamos em ensino a distância, pensamos na liberdade de aprender, certo?

Banda larga de baixa qualidade:

Este é um problema sério no Brasil e pode arruinar seu projeto! Quando eu comecei a trabalhar com o Brasil, logo percebi que continuar ensinando online e ao vivo não seria viável justamente devido a baixa qualidade da conexão internet no país. Se encontrar pessoas online e ao vivo em uma sala de conferências online é mágico pelo poder da comunicação em tempo real, isso pode se tornar um pesadelo se o apresentador ou os participantes tiverem problemas de conexão.

Imagine que você conseguiu criar um grupo de 15 pessoas dispostas a seguir um treinamento online e ao vivo com você durante 4 semanas. Todas essas 15 pessoas pagaram pela sua inscrição e mesmo com todos os seus esforços, 5 delas não conseguem participar pois a conexão está lenta ou até porque está chovendo na cidade dela… eu ainda fico pasma quando alguém do Brasil me diz que está chovendo e por isso não consegue acompanhar um evento, uma aula ou até ligar pelo skype.

Bom, estes são motivos para desistir do seu projeto? Não! Definitivamente não! Mas, é sim um motivo para adaptar o seu projeto e assegurar que ele possa alcançar seus objetivos.

Minhas sugestões seriam:

curso online e ao vivo: dicas

 

#1 Crie um curso online no modelo assíncrono:

Tenha um curso online pronto e publicado no modelo perpétudo, ou seja, disponível para todos a qualquer momento. Assim, você garante que este conteúdo estará realmente disponível para quem precisar dele, sem precisar se preocupar em formar turmas.

#2 Publique seu curso em uma markplace

Se é verdade que em uma markplace como a Udemy (veja nesse post Por que eu escolhi a Udemy) você é mais um entre milhares de instrutores, também é verdade que eles trabalham sério na divulgação dos cursos dentro da plataforma e assim, você tem mais chances de se posicionar no mercado. Grandes players internacionais tem seus cursos publicados em plataformas que usam este modelo de negócios e esta é mais uma razão para não dispensar completamente esta possbilidade.

#3 Ofereça mais!

Sim, com seu curso rodando e atraindo novos alunos, ofereça então, seu programa de cursos ao vivo ou até seções individuias.

#4 Faça testes de aceitação

Comece com pequenas “lives” gratuitas para responder as perguntas dos seus alunos para ver qual é a aceitação do seu público. Esta será também uma possibilidade de testar diferentes sistemas de transmissão ao vivo, de familiarizar com esta metodologia de ensino, com as salas de conferência online e também avaliar a disponibilidade do seu público.

#5 Teste tudo, mas seja profissional desde o início

Se é verdade que as pessoas (os brasileiros em especial, eu acho) tem uma tendência a aceitar tudo, evitar imprevistos nas suas trasmissões ao vivo é essencial para garantir a qualidade dos seus cursos e ganhar a confiança do seu público. Por exemplo: se uma live no Facebook não funciona corretamente, as pessoas não se importam muito pois é público e gratuito. Contudo, se alguém pagou por uma aula, ou por uma seção de coaching ela quer qualidade em cada minuto pago, certo? Então, pense nisso!

Eu tenho uma checkliste para preparação de webinários e muito outros materiais na categoria sobre os webinários aqui do blog:

>> saber tudo sobre os webinários!!

#6 Conheça muito bem a plataforma escolhida!

Existem diferentes plataformas para transmissões online e ao vivo. Tenho uma lista publicada aqui no blog:

>> as melhores plataformas para webinários

E, se você puder investir em um sistema profissional, então faça! Mas não se prenda somente a isso! Tanto o Google Hangout quanto o Skype, mesmo sendo ferramentas gratuitas podem muito bem fazer o seu papel no seu projeto. O mais importante aqui é que você conheça perfeitamente o funcionamento da plataforma escolhida.

#7 Para pequenos grupos, use o Skype

No Skype, mesmo na versão gratuita, você pode criar grupos de até 25 pessoas. Então, se você quer oferecer exclusividade e criar pequenos grupos, use o skype! Com um grupo criado, você poderá compartilhar documentos, os alunos poderão continuar se comunicando via chat e, nos dias marcados, todos se encontram em uma chamada em grupo!

#8 Ensine seus alunos a aprender online e ao vivo

Assim como em uma sala de aula presencial, você vai precisar ensinar seus alunos a se “comportar” online. É preciso que eles saibam como se comunicar, como se conectar, como enviar suas perguntas, enfim a usar a sala de conferências. Se você vai usar o skype, por exemplo, é preciso que você peça para seus alunos usarem um headset ou um fone de ouvido (para não atrapalhar as outras pessoas no ambiente) e também que eles devem deixar seus microfones mudos durante a sua apresentação: lembre-se que o microfone ativado capta o som do ambiente e transmite em direto para a sala de conferências – e pode existe coisa mais chata do que alguém tossinho no nosso ouvido, buzinhas enlouquecidas, crianças gritando e cachorro latinho?

Bom, eu espero que essas dicas tenham ajudado você!

Minha aluna, assim como todos os alunos do curso Como criar um curso online ganharam uma aula especial mostrando como criar um curso online e ao vivo! Para assistir, basta clicar:

>> assitir a aula!

Basta procurar na seção 9 do curso, ok? Ela está liberada para visualização gratuita!

E claro, se você ainda tiver dúvidas sobre este assunto, basta deixar um comentário e eu respondo o mais rápido possível, ok?